BRAINSTORMING: RELAXE E FOQUE

por Clarissa Lütke:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Como prometido no post passado, hoje falarei um pouco sobre brainstorming.

Você já ouviu falar em brainstorming? Bom, se você for da área do design, publicidade… Com certeza sim. Mas se você não sabe o que é, brainstoming, em sua simples definição é “tempestade cerebral”, ou melhor, uma “tempestade de ideias” onde um grupo de pessoas reunidas põe “pra fora” toda e qualquer ideia relacionada a solução do problema a ser resolvido.

Existem algumas “regrinhas” básicas para um brainstorming ser bem sucedido, elas ajudam, e muito, a enriquecer o processo.

A primeira regra é não fazer julgamentos. Não julgar, classificar ou reter qualquer ideia até o fim da sessão é essencial. Sugerir que esta ideia tem efeitos negativos também não funciona, assim como discuti-las.  As ideias devem ser apresentadas como soluções do problema ou apenas como base para desencadear soluções. Mesmo as ideias que aparentemente são “bobas” podem desencadear soluções incríveis. Anote todas as ideias e lembre que neste momento não existem más ideias.  A avaliação das ideias ocupa uma parte valiosa do cérebro que deve ser dedicado à criação. Maximize a sua sessão de brainstorming focando apenas em gerar ideias.

Outro dica é incentivar ideias malucas e exageradas. Abuse de ideias bizarras e até mesmo as que são aparentemente inviáveis, para ver o que desencadeia. Os resultados podem ser impressionantes. Claro, mantenha o foco no tema, mas devaneie nele.  E você não precisa apensas escreve-las, pode desenha-las também. Tornar visual a ideia é muito útil.

O que mais conta em um brainstorming é quantidade, e não qualidade. Deve-se abrir a cabeça ao máximo e deixar para filtrar as ideias depois da sessão. Tente manter cada ideia curta, não descrevendo-a em detalhes – apenas o bastante para capturar sua essência – mas mantenha uma conversa por vez, afinal é uma tempestade e não uma confusão.

E usufrua da co-criação. Construa e expanda as ideias dos outros. Experimente e adicione pensamentos extras para cada ideia. Use as ideias de outras pessoas como inspiração. Combine várias das ideias sugeridas para explorar novas possibilidades.

Ou seja, quando for fazer uma sessão de brainstorming, relaxe, foque e fale tudo o que vier na sua mente. Deixe para se preocupar se sua ideia foi genial ou não só depois que tudo acabar.

 

@clarissalutke

Comments are closed.